31 janeiro 2011

Avental de história "Os três Porquinhos"


Para elaborar esse avental de história, contei com a participação mais que especial da amiga Adriélia. Ela está virando uma "artista" de tanto ser explorada por mim. Espero que gostem!!!



Era uma vez três porquinhos. Eles eram alegres. O mais novo adorava
brincar, o segundo era músico e o mais velho era muito trabalhador.
Um dia, percebendo que o dono da fazenda iria vender seus filhotes,
a dona Porca juntou suas economias, dividiu-as entre os três porquinhos e
os aconselhou a ir morar longe da fazenda.
O porquinho mais novo comprou palha e construiu sua casinha. A palha
era muito barata e ele poderia comprar muitos brinquedos com o que
sobrasse do dinheiro.
O segundo porquinho resolveu construir uma casinha de madeira,
porque era mais rápido de construir e ele logo poderia voltar a
dedicar-se às suas musicas. Desta forma, ele passava os dias tocando e
cantando.
O terceiro porquinho, que era muito esperto e trabalhador, fez sua
casinha de tijolos. Ele gastou todo o seu dinheirinho, mas construiu uma
casa resistente e muito bonita.
Algum tempo depois, um lobo muito malvado se mudou para aquela
região.
Quando ele soube que a li moravam três porquinhos, resolveu
procurá-los.
O lobo já estava cansado de comer frutinhas da floresta. Ele queria
achar as casas dos porquinhos, porque queria comer leitão assado.
Ele procurou e achou a casinha de palha. Bateu na porta:
– Abra esta porta senão derrubo sua casa.
Como o porquinho não abriu, o lobo estufou o peito e soprou. A
casinha foi para os ares.
O porquinho saiu correndo pela floresta e foi se esconder na casinha
de madeira de seu irmão. O lobo foi correndo atras dele.
Chegando na casinha de madeira, o lobo novamente pediu que abrissem
a porta:
– Abra esta porta senão derrubo sua casa.
Como os porquinhos não fizeram isso, ele soprou com força e
derrubou a casinha.
Os porquinhos correram para a casa de tijolos e, quando chegaram,
contaram tudo para o irmão. Como este era muito esperto, trancou todas
as portas e janelas e colocou um caldeirão de água a ferver na lareira.
lobo chegou até a casinha minutos depois. Bateu na porta e como
ninguém respondeu, ele estufou o peito e soprou. A casinha continuou
como estava. O lobo continuou soprando até cair exausto no chão.
Descansou um pouco e ficou pensando como faria para entrar. Tentou
derrubar a porta, mas esta estava muito bem trancada. Forçou as janelas
e também não conseguiu abrir.
lobo estava ficando furioso, quando teve uma idéia!
– Vou descer pela chaminé — pensou ele, já sentindo o gostinho da
vitória.
Subiu no telhado e foi descendo pela chaminé.
Quando estava caindo, começou a sentir um calor muito grande até
cair dentro do caldeirão de água fervendo. Ele saiu correndo, todo
queimado pela água quente.
lobo ficou com tanta vergonha, que se mudou para um lugar muito
distante, e nunca mais se teve notícias dele.
Os três irmãozinhos decidiram morar juntos na mesma casinha de
tijolos. Mais tarde, buscaram sua mãe para viver com eles e foram
felizes para sempre.

3 comentários:

Professora Silvia disse...

Olá Cassia... o avental é lindooo!
Parabéns!
Eu adoro o seu cantinho!
Tem um selinho esperando por você lá no meu blog! Espero a sua visita!
Bjão

Vanessa G. Vieira disse...

Olá Cássia! Adoro trabalho com aventais! Parabéns pela criatividade! Beijos!

Sorriso de Japa disse...

Adoro contar historias usando o avental... e o seu esta lindo.
Estou t seguindo... esperando novas ideias.
bjos
e muita criatividade!!
o seu blog esta um show!!